Estados de Vida

Deus nos dá a graça de sermos sinal na Igreja de um novo modelo de integração dos vários carismas: o Matrimónio, o Sacerdócio, o Diaconato Permanente, a Virgindade Consagrada, assumidos numa única forma de consagração de vida. Reconhecemos: é graça. Queremos ser este sinal para a Igreja e para a sociedade. Queremos vivê-lo bem.
A comunhão destes estados de vida é uma dimensão essencial do nosso Carisma, e, portanto, da nossa Identidade e Missão.

Estes diferentes estados de vida serão vividos não numa perspectiva individualista, fechados em si mesmos, mas bem ao contrário, devem estar de tal maneira abertos, que transbordem para toda a comunidade, contagiando beneficamente os outros estados de vida, e dando-lhes a parcela de contribuição que lhe é própria.